Super mês do turista!

Ofertas imperdíveis para você aproveitar o seu mês! Passagens Aéreas com até 35% OFF!

15 coisas a saber ao planejar uma viagem para as Dolomitas

1. Alugue um carro

Para realmente aproveitar ao máximo uma viagem às Dolomitas, você precisará de um carro. Definitivamente, há muito movimento. Isso se deve às estradas de montanha e aos caminhos não diretos que você terá que seguir. Você pode alugar carros em aeroportos, mas esteja ciente de que as filas podem ser muito longas, então você pode precisar planejar isso em seu itinerário. Além disso, observe que os italianos dirigem à direita e você precisará verificar se sua carteira de habilitação é válida para dirigir na Itália.

DICA

Ao alugar seu carro, pesquise as avaliações dos clientes. Também recomendamos evitar Avis, pois eles nos deixaram esperando por mais de 2 horas (em Milão) em uma fila lenta, apesar da pré-reserva. A senhora que então nos serviu também foi incrivelmente rude. Isso pode ter sido apenas uma experiência ruim, mas vale a pena estar ciente.

Estradas e um carro - estrada de montanha
Imagem por @mikecleggphoto

2. Planeje um clima diferente

O clima nas Dolomitas italianas pode ser muito imprevisível. Tanto que as previsões do tempo podem muitas vezes estar erradas. Ele também pode mudar muito rapidamente, como ensolarado em um momento e branco no próximo. Também pode ser frio e ventoso, bem como muito quente no mesmo dia, então você deve se preparar para todos os tipos de condições, como embalar roupas à prova d’água e vento, protetor solar, óculos de sol, etc.

3. Planeje seus locais para fotos

Como você pode esperar, as Dolomitas na Itália são o lar de alguns dos locais mais incríveis para fotografia. Para aproveitar ao máximo sua viagem, recomendamos que você pesquise sobre eles para garantir que verá o maior número possível, bem como a melhor época para tirar fotos. Para começar, por que não conferir nossas sugestões dos 5 melhores locais para fotografia nas Dolomitas.

Seiser Alm ao nascer do sol com feixes de luz
Imagem por @mikecleggphoto

4. Pode demorar mais do que você espera para caminhar

Andar entre os locais geralmente pode demorar muito mais do que o esperado. Embora o Google Maps possa dar uma ideia aproximada, o terreno às vezes pode ser desafiador. Você também pode parar frequentemente para tirar fotos, o que pode consumir seu tempo rapidamente.

5. é caro

Uma visita às Dolomitas não é um lugar barato para ir. De hotéis, aluguel de automóveis, pedágios, entradas e restaurantes, tudo aumenta rapidamente. Por exemplo, para entrar no Tre Cime você tem que pagar € 30 de entrada com um carro. Além disso, você pode ter que gastar dinheiro com hospedagem nas cabanas na montanha. Esta é uma boa experiência, embora aquele em que ficamos (Rifugio Auronzo) cobrou € 5 por um banho de 2 minutos.

Você também deve levar dinheiro, pois nem todos os lugares aceitam cartões de banco, como o Tre Cime só recebia dinheiro durante a nossa visita.

DICA

Para economizar dinheiro, considere comprar mantimentos, como garrafas grandes de água, lanches e outros itens em um supermercado.

6. Alguns dos melhores hotéis podem estar esgotados

Existem alguns hotéis incríveis nas Dolomitas que proporcionarão uma experiência especial. Mas isso pode esgotar se você deixar a reserva para o último minuto, o que pode tornar um pouco mais difícil chegar aos locais para fotos do nascer ou do pôr do sol. Para evitar isso, faça uma pesquisa e reserve com antecedência.

Aqui estão alguns que recomendamos:

  • Alpe di Siusi – Hotel Bellavista ou ADLER Lodge ALPE – Ambos os hotéis estão localizados na região de Seiser Alm, sendo o ADLER Lodge ALPE o local pitoresco mais perfeito.
  • Val di Funes – Proihof – Um hotel fantástico localizado no centro da vila e que oferece quartos lindos e um ótimo café da manhã. A partir daqui, você pode caminhar até o principal mirante de Val di Funes, ou dirigir ou caminhar até a pequena igreja de St Johns.

hotel nas Dolomitas

7. Confira os horários do nascer e pôr do sol

O nascer e o pôr do sol podem ser a melhor época para tirar fotos nas Dolomitas. É quando você pode obter cores e luz incríveis. Para verificar a hora do nascer e do pôr do sol, acesse timeanddate.com ou baixe um aplicativo como Photopills. As fotopills também fornecem as posições do sol, o que as torna uma ótima ferramenta para fotógrafos.

Além de descobrir os horários do nascer e do pôr do sol, você deve se planejar bem para isso. Por exemplo, descobrir os melhores locais e ter bastante tempo para chegar lá e se preparar.

8. Traga lanches e água

Lanches e água são definitivamente obrigatórios se você planeja fazer muitas caminhadas e explorar. Recomendamos estocar em supermercados quando puder. É claro que você encontrará restaurantes e cabanas onde pode comprar comida, mas pode facilmente ficar desidratado ou com fome em longas caminhadas. A água também pode ser muito mais cara em hotéis, cabanas e no alto da montanha em comparação com supermercados, portanto, tenha isso em mente.

9. Use bastões de trekking

Se você planeja fazer caminhadas e realmente explorar as Dolomitas, considere comprar bastões para caminhada / trekking. Isso pode ajudar muito durante sua viagem. Isso permite que você se estabilize, use os braços para subir ou descer ladeiras com mais facilidade e se sentir muito mais confortável em terrenos difíceis.

Trekking Poles and the Dolomites
Imagem por @mikecleggphoto

10. Pegue uma tocha de cabeça

Uma ótima peça de kit e para maior segurança, então considere comprar um farol. Isso é mais relevante se você planeja acordar cedo ou ficar fora até tarde da noite e estiver nas trilhas para caminhadas.

11. Baixe mapas offline

Se você não tiver internet ou GPS, considere fazer o download de mapas offline. Este está disponível gratuitamente no Google Maps. Nos mapas, você encontrará trilhas e tempos de caminhada (depois de inserir as direções), por isso é uma ótima ferramenta de uso.

12. Restrições em Alpe di Siusi (Seiser Alm)

Um dos locais mais pitorescos das Dolomitas é Alpe di Siusi (Seiser Alm). Mas ao visitar esta parte das Dolomitas não é tão fácil devido às restrições de tráfego. Isso significa que, a menos que você esteja hospedado em um dos hotéis locais, você não tem permissão para passar pelo Compaccio antes das 9h ou depois das 17h, ou seja, os melhores horários para o nascer e o pôr do sol. Se você está hospedado em um hotel desta região, porém, você tem permissão para dirigir até lá, então essa é a melhor coisa a fazer durante a sua estadia.

Leia mais sobre as restrições de tráfego.

13. Falta de wi-fi

Nesta parte da Itália, o WiFi nem sempre está acessível, e você pode não encontrá-lo em todas as acomodações, restaurantes ou postos de gasolina. Por causa disso, se você precisar de uma conexão, recomendamos que você obtenha um dispositivo portátil, cartão SIM local ou um pacote para o seu plano telefônico existente. Observe que o wi-fi estaria disponível em alguns hotéis e restaurantes, mas achamos muito popular e
senhorita.

14. Aeroportos

Existem vários aeroportos importantes que você pode querer considerar ao planejar sua viagem para as Dolomitas. Isso inclui Veneza, Milão e Verona na Itália, bem como Innsbruck na Áustria. Ao planejar sua viagem, é melhor se possível voar para um aeroporto mais próximo das Dolomitas, pois isso pode economizar horas de condução

15. Línguas

Nas Dolomitas, você encontrará vários idiomas. Tal como a Itália sendo a língua principal, assim como o alemão. Porém, normalmente é normal se virar apenas com o inglês, embora isso possa não ser tão comum em hotéis, restaurantes e empresas menores.

Resumo

Uma viagem às Dolomitas será, sem dúvida, uma experiência fantástica, esteja você com tempo bom ou ruim. Toda a região da Itália é uma joia, com paisagens deslumbrantes, lugares maravilhosos para ficar e muitos lugares fantásticos para comer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *