Um caminhante em um poncho em frente ao Pico Condoriri nos Andes bolivianos

É fácil obter um visto para a Bolívia e conhecer suas paisagens incríveis © Anton Petrus / Getty Images

Com seus parques nacionais sensacionais, cidades sedutoras, rica cultura indígena e paisagens dramáticas – desde imponentes montanhas andinas e lagos de alta altitude até salinas cintilantes e densas florestas tropicais da Amazônia – a Bolívia é um ímã para viajantes de todo o mundo.

Decidir visitar é fácil, mas a logística para entrar no país pode ser um pouco mais complicada. Aqui está nosso guia prático para os requisitos de entrada na Bolívia, incluindo informações sobre vistos de turista, como prolongar sua estadia e se inscrever para trabalhar ou estudar no país.

Apresentando a Bolívia

Quais nacionalidades precisam de visto para a Bolívia?

Aqui está a boa notícia – os requisitos de entrada da Bolívia são simples e fáceis para a maioria dos visitantes. Muitas nacionalidades não exigem visto de turista; em vez disso, você receberá um carimbo de entrada gratuito válido para uma estadia de 30 dias na chegada a qualquer um dos aeroportos internacionais da Bolívia ou passagens de fronteira terrestre.

A lista de países com isenção de visto inclui o Reino Unido, a maioria dos países da UE e da Área Econômica Europeia, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Japão e grande parte da América do Sul. Você pode encontrar uma lista completa no local na rede Internet do departamento de imigração boliviano.


Receba mais inspiração de viagem, dicas e ofertas exclusivas enviadas diretamente para sua caixa de entrada com nossa newsletter semanal.

Cidadãos dos EUA (e alguns outros países) precisam solicitar um visto

Cidadãos dos EUA precisam de um visto de turista caro para visitar a Bolívia. Os vistos custam US$ 160, mas permitem que os titulares permaneçam por até 90 dias por ano e são válidos por 10 anos. Em teoria, esses vistos estão disponíveis na chegada e podem ser pagos em dólares americanos ou bolivianos (moeda boliviana), mas algumas companhias aéreas se recusam a deixar você embarcar em seu voo, a menos que você já tenha um visto de turista.

É sempre aconselhável obter um visto com antecedência. Você pode se inscrever online através do Site do Ministério das Relações Exteriores da Bolívia ou no Embaixada da Bolívia em Washington DC (ou através de sua embaixada ou consulado boliviano local).

Viajantes da China, Índia e Taiwan precisam pagar por um visto de 30 dias na chegada à Bolívia (US$ 30), enquanto os cidadãos de alguns países asiáticos, africanos e do Oriente Médio precisam obter ‘permissão oficial’ do Ministério das Relações Exteriores da Bolívia antes viajando. Entre em contato com a embaixada ou consulado boliviano local para obter mais informações.

Lhamas bolivianas em um mercado de rua em Potosi
Lhamas vestidas para impressionar em um mercado de rua na Bolívia © Bisual Studio / Stocksy United

Regulamentos adicionais para entrar na Bolívia

Quer você precise de um visto de turista ou não, seu passaporte deve ser válido por seis meses além da data de entrada na Bolívia. Visitantes menores de 18 anos viajando sem seus pais precisarão de consentimento por escrito dos pais autorizado pela embaixada ou consulado boliviano local.

Você também pode ser solicitado a provar que possui fundos suficientes para se sustentar durante a sua estadia na Bolívia – normalmente basta apresentar um cartão de crédito ou débito. Evite exibir qualquer dinheiro, pois isso pode levar a um pedido de suborno.

Leve seus documentos de identidade enquanto estiver na Bolívia

Oficialmente, os viajantes devem levar consigo o passaporte e o visto de turista o tempo todo enquanto viajam pela Bolívia. A política mais segura é levar fotocópias, em vez dos originais – pequenos furtos são comuns, e perder seu passaporte abrirá um mundo de problemas.

A exceção a esta regra é quando você está passando perto de qualquer fronteira terrestre da Bolívia. As autoridades estão preocupadas com passagens ilegais de fronteira e você deve manter seu passaporte e visto reais em sua pessoa o tempo todo, mesmo que você não esteja realmente cruzando para um país vizinho.

Participantes fantasiados no colorido Carnaval de Oruro
Participantes fantasiados no colorido Carnaval de Oruro © Marcelo Chacón Aracena / Getty Images

Restrições sanitárias para a Bolívia

Além de seguir as restrições do Covid, se você estiver viajando para a Bolívia de um país com febre amarela endêmica – como Argentina, Brasil, Colômbia, Equador, Paraguai e Peru – pode ser necessário apresentar um certificado de vacinação contra febre amarela na chegada. Você também pode solicitar um certificado de vacinação contra febre amarela ao viajar para áreas da Bolívia abaixo de 2500m de altitude, incluindo a Bacia Amazônica.

Cuidado com as ‘taxas de administração’ nas fronteiras terrestres

Funcionários em passagens de fronteira remotas podem pedir uma ‘taxa administrativa’ não oficial – essencialmente um pequeno suborno – para processar sua entrada no país. Não há base legal para isso, mas é difícil evitar. Em geral, a política mais fácil é simplesmente pagar a ‘taxa’ e ir embora.

Um viajante em pé nas salinas reflexivas do Salar de Uyuni
Um viajante em pé nas salinas reflexivas do Salar de Uyuni © Kazuki Kimura / EyeEm / Getty Images

Como prolongar sua estadia na Bolívia

Se você quiser ficar na Bolívia por mais tempo do que o padrão de 30 dias, basta dirigir-se ao escritório de imigração da cidade grande mais próxima. O departamento de imigração local na rede Internet tem uma lista de escritórios (oficinas). Você pode estender seu carimbo de entrada por mais 30 a 60 dias gratuitamente visitando o escritório pessoalmente, mas o tempo máximo que os viajantes podem permanecer na Bolívia em qualquer ano é de 90 dias.

Não demore – se o fizer, você enfrentará uma multa no aeroporto, passagem de fronteira ou escritório de imigração, e haverá uma montanha de burocracia para lidar. Você também pode ser impedido de reentrar no futuro.

Trabalhar e estudar na Bolívia

Se você deseja trabalhar ou estudar na Bolívia, deve solicitar uma classe especial de visto e atender a uma série complexa de critérios. A inscrição geralmente envolve o apoio de um empregador ou estabelecimento de ensino na Bolívia. Entre em contato com a embaixada ou consulado boliviano local para saber mais sobre como fazer um pedido.

Você pode gostar também:
Seu guia para atividades clássicas de aventura bolivianas
Como despertar seus 5 sentidos em La Paz
Aventuras de adrenalina na Bolívia

Compre Epic Hikes of the World (capa dura)

Planeta solitário

Com histórias de 50 rotas de caminhadas incríveis em 30 países, da Nova Zelândia ao Peru, além de mais 150 sugestões, este livro inspirará uma vida inteira de aventuras a pé.

Compre Caminhadas Épicas do Mundo